sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Galho Seco (Zé Geraldo)


Noite passada estava me sentindo cansado.

Sabe como é,no melhor estilo, nadar, nadar e morrer na praia.

E faz tempo que tô nadando !








Me sinto como se estivesse "moendo ferro". Com resultados lentos e nem sempre consistentes e as vezes deprimido.


Me lembrei então de uma música de um cara que gosto muito.

Não, não é gospel ;)

Tô falando do Zé Geraldo. A musica se chama galho seco, a letra ta aí ó:

Eu andava acabrunhado e só
Perdido e sem lugar
Feito um galho seco
Arrastado pelo temporal

Pensei até em enrolar minha bandeira e dar no pé
Eu pensei até em jogar fora a minha história, os documentos e aquela fé

Fazia tempo que o sol não derramava luz na minha vidraça
Depois que tudo passa
O vento leva as nuvens negras noutra direção

Também pudera
Uma hora era o fogo que rasgava o chão
Outra hora era a água que descia e afogava toda a plantação

Ainda bem que me restou o seu sorriso
Que me alumia a alma
Que me acalma quando é preciso

E como eu preciso!


Pois é.

Apesar disso, é bom saber que me canso, que não sou um "ateu emocional", que não preciso encenar uma invencibilidade-gospel-infantil, que não sou de mármore, e que embora tenha errado na vida, ainda existem pessoas que me presenteiam com seu sorriso como diz na musica.

Pessoas que me amam.

E como eu preciso !

Isso é graça de Deus pra mim.

E como eu preciso!

Não posso desprezar os limites de minha humanidade, senão pósso perde-la.

Sei que a cura pra essa ansiedade neurótica que me aflige as vezes, é a fé !

Por isso em Mateus 6 Jesus manda confiar no amor do Pai, e mostrou como é idiota pensar diferente, afinal (pergunta Ele)quem pode o que?

E esse amor tem se manifestado através do apoio e sorriso de alguns que me cercam.

E como eu preciso !

Por isso quero tentar converter meu cansaço em esperança, minha fadiga em convocação para luta, quero tornar a levantar meu joelhos desconjuntados e braços cansados e continuar.

E que Deus me ajude em minha fraqueza!