sábado, 11 de agosto de 2007

"Quando a glória de um homem se vai"













Quando a glória de um homem se vai.
quando a dor bate forte e ele cai
quando o céu perde a cor quando bate o pavor
pobre homem, não sabe onde vai

quando a glória de um homem se vai
quando falha o seu braço e ele cai
há um caminho na dor
mesmo um dia sem cor traz consigo a presença do Pai

quando a noite não quer terminar
e a angústia nos leva a gritar
se a esperança se vai e o semblante então cai
há espaço pra glória do Pai

seja no pouco ou na sobra de pão
vendo o futuro ou na perda do chão
força de fato é a que vem do Senhor
quando o rosto se encontra com o chão e o silêncio só traz mais tensão
se o desejo é parar, o melhor é buscar a presença, a glória do Pai

quando a graça que basta reinar
e o olho do fraco enxergar que Deus forte lhe faz
sua firmeza lhe traz e se mostra a glória do Pai
é o bom combate, é a carreira da fé certo o futuro, ao lado do Pai
glória de fato é a que há no Senhor

( Carlos Sider )